Legalização e formalização

Categoria de tributação: qual a melhor para o infoprodutor?

12/08/2021
Categoria de tributação: qual a melhor para o infoprodutor?

Caro infoprodutor, quando for abrir seu negócio escolha a melhor categoria de tributação, que o fará pagar menos impostos, e com isto lucrar mais.  

Acompanhe este artigo e saiba como escolher a categoria de tributação certa para seu segmento!

Checando as possibilidades de faturamento 

Quando for legalizar sua empresa, caso ainda não tenha um faturamento recorrente, faça uma previsão de seu faturamento em torno de um ano, para que possa escolher o regime tributário correto e assim evite pagar taxas depois, com a mudança de regime de tributação. 

Portanto, você deverá escolher o regime correto para não ter problemas com o fisco depois.  

E como saber a melhor opção para o seu negócio digital? 

Se seu negócio, dentro de um ano, for faturar até R$ 81.000,00, e assim neste mesmo valor for seu faturamento nos próximos anos, uma possível categoria de tributação a escolher é o MEI – Micro Empreendedor Individual.  

Mas se previr que seu faturamento irá aumentar para valores superiores a R$ 81.000,00, melhor começar logo pelo regime do Simples Nacional ou até mesmo o Lucro Presumido, conforme aquele que lhe propuser menor tributação fiscal.  

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. 

O Simples Nacional agrupa diversos tributos em uma só guia de pagamento, como por exemplo: IRPJ, CSLL, PIS/Pasep, Cofins, IPI, ICMS, ISS e a Contribuição para a Seguridade Social destinada à Previdência Social a cargo da pessoa jurídica (CPP). 

Por que o simples nacional é a categoria de tributação mais conveniente? 

Se você tem uma previsão de ganhos inferiores a R$ 81.000,00 no primeiro ano, mas acha que os lucros irão aumentar, nos próximos anos ou quem sabe já no primeiro ano, é melhor que inicie com o Simples Nacional ou Lucro presumido o que for menor de tributação fiscal.  

O quero dizer com isto, é que é melhor começar com um regime de tributação certo, para não ter problemas depois com mudanças de regime de tributação e pagamentos de altas de taxas. 

Qual o limite de faturamento de cada categoria de tributação: MEI, SN ou Lucro presumido? 

Para a empresa optante pelo MEI, a empresa pode faturar até R$ 81.000,00 ao ano, mais 20% deste valor. E pagar somente um valor fixo de imposto ao mês.  

Mas para o Simples Nacional, em contrapartida, seu faturamento pode chegar até R$ 4.800.000,00 ao ano, mais 20% deste valor. quando depois disto irá passar para outro regime, que é o Lucro presumido ou o Lucro Real.  

Para o Lucro presumido, o faturamento da empresa pode chegar até R$ 78.000.000,00 ao ano. Além disso, o percentual de tributação sobre o faturamento para este tipo de serviços para infoprodutores é de 32% sobre o faturamento, pagos trimestralmente. 

A importância da contabilidade para os tributos  

Por isso, é muito importante que juntamente com o contador, você infoprodutor faça a escolha correta do regime de tributação.  

Dessa forma, você pagará menos impostos, lucrará mais e poderá assumir riscos de investimentos, com o que ganhar em seu faturamento.

Estando em dia com o fisco, sua contabilidade ficará resguardada a não pagar multas bem como a contribuir para o crescimento operacional correto. 

Então, entre em contato com um contador especializado para que juntos possam escolher a melhor opção para o seu negócio. 

ABC

Se você ainda tem dúvidas ou precisa de auxílio, entre em contato com a autora desse post:

Marilene de Abreu Libanio
@marilene77abreu
(86) 99927-4655

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *